O Médico e o Monstro
O Médico e o Monstro
Autor
Robert Louis Stevenson
Tradução e notas
Fábio Pedro-Cyrino
Adaptação
Ana Sofia Saldanha
Ilustrador
***************
Idioma
Português-Inglês
Lançamento
08/2018
Acabamento
Cartonado
Formato
15,8cm x 23cm
Páginas
196
Peso
220 g
ISBN - Livros
ISBN 9789899955868
ISBN - Digital
---------
Sinopse
Londres, final do século XIX: um misterioso homem que desafia a polícia metropolitana; um advogado em busca de desvendar a real identidade criminoso. O clima sombrio da capital inglesa contorna a história e dá o tom de mistério, pois mesmo durante o dia, a névoa deixa a cidade escura, transformando os seus habitantes em vultos fantasmagóricos.

Escrito em 1886, o contexto histórico do país também é transcrito na trama: o crescente progresso nas pesquisas e nos experimentos científicos, o contraste económico, o centro urbano em estado de caos, a poluição e o aumento da criminalidade.

A questão de todos terem em si o Bem, cristalizado em condutas corretas e morais, e o Mal, quando as convenções sociais são abstraídas e os atos condenáveis são cometidos, é um tema atual e aplicável em diversos setores da vida, sendo um dos motivos que torna “O Médico e o Monstro” um dos clássicos imortais da literatura.

A atmosfera de suspense é trabalhada extremamente bem e o leitor percebe o tempo todo a escuridão por detrás da história. Afinal, quantas e quantas vezes não temos que lidar com as tantas facetas obscuras daqueles com quem convivemos?
Compre em Nossos Parceiros

Conheça mais sobre Robert Louis Stevenson


(1850-1894)

Robert Louis Stevenson foi um escritor, poeta e ensaísta escocês, conhecido pela publicação de grandes clássicos da literatura como “O Estranho Caso de Dr. Jekyll e de Mr. Hyde”, também conhecido como “O Médico e o Monstro”, além de outros títulos de peso, como “A Ilha do Tesouro”, “Capitão Coragem” e “As Aventuras de David Balfour”. Filho de engenheiro, Stevenson ingressou na faculdade de engenharia de Edimburgo, Escócia, em 1866, transferindo-se posteriormente para o curso de Direito. Licenciou-se advogado sem nunca ter exercido a profissão. Após concluir os seus estudos, mudou-se para Londres, onde passou a frequentar salões literários e a dedicar-se totalmente à Literatura. Em virtude da tuberculose que o acometia, mudou-se para os Estados Unidos da América e posteriormente para as Ilhas Samoa, em 1889. Veio a falecer cinco anos depois, vítima de uma hemorragia cerebral.

Stevenson foi uma celebridade enquanto vivia, mas com o advento da Literatura Moderna, notadamente após a Primeira Guerra Mundial, foi visto ao longo do século XX como um escritor de segunda classe, relegado aos géneros da literatura infantil e do terror, sendo gradualmente excluído do cânone da literatura ocidental.

O final do século XX testemunhou uma gradual reavaliação do papel de Stevenson como um escritor de grande importância e de grande visão, um teórico da Literatura, um ensaísta e um crítico social, além de ser considerado como um dos grandes escritores/ testemunha da história colonial das ilhas do Pacífico Sul. Nos dias de hoje é visto como um antecessor dos escritores Joseph Conrad e Henry James.

Não restringindo-se à análise acadêmica, Stevenson permanece popular por todo o mundo, sendo um dos autores mais lidos e traduzidos da língua inglesa, segundo o “Índex Translationum”, organizado pela UNESCO, à frente de Oscar Wilde, Charles Dickens e Edgard Allan Poe.


COMPASSO DOS VENTOS EDITORA LDA
Rua das Portas de Santo Antão, nº89 - Santa Justa 1169-022 Lisboa-Portugal -
Tel: +351 210 405 119

info@compasso-dos-ventos.pt